27/01/2013

Teste rápido da dengue é confirmado por Secretário Estadual de Saúde

O secretário estadual de Saúde, Antônio Jorge Souza Marques, afirmou que pacientes poderão confirmar se estão com dengue em um teste rápido disponibilizado no Centro Especializado em Dengue que vai funcionar a partir desta segunda-feira (28) em Uberaba. O secretário visitou a cidade, que vive um surto da doença, nesta sexta-feira (25). Ele participou de uma reunião com o prefeito Paulo Piau e com o secretário municipal de Saúde, Fahim Sawam, e de atividades nos Centros Municipais de Educação Avançada (Cemea) do Bairro Abadia.

Segundo Antônio Jorge, o diagnóstico do teste rápido é definitivo e, pela primeira vez, é adotado em políticas de saúde pública de massa. “É uma coisa mais cara e estamos restringindo às unidades de reidratação. Em Uberaba será montada esta unidade a partir de segunda-feira onde os pacientes devem se dirigir em caso de suspeita de dengue. Nessa unidade teremos o teste rápido em que a pessoa tem, em 20 minutos, o resultado se está com dengue ou não. Com ele, terá uma melhor triagem instituindo o manejo clínico mais rápido e eficiente”, salientou o secretário estadual.

 

Ele explicou que o surto de dengue registrado em Uberaba não deve ser credenciado a apenas um fator específico. “O secretário Fahim me disse que houve uma diminuição do número de agentes de combate às endemias, o que é um fator importante, mas temos outros intervenientes. Temos uma cadeia produtiva que nos aproxima muito com Goiás, Mato Grosso e interior de São Paulo, regiões com índices mais elevados que Minas Gerais. Fatores climáticos, a perspectiva do sorotipo 4 também agravaram a situação”, disse.

A visita a Uberaba, de acordo com Antônio Jorge, é de muita importância devido ao trabalho conjunto entre município e Estado. “Pela inevitabilidade de termos novos casos viemos à cidade. É muito importante esta sinergia entre as esferas de governo para dar assistência, minimizar o sofrimento das pessoas e garantir, de fato, que nós tenhamos um manejo clínico que possa evitar a letalidade”, ressaltou.

Participação da sociedade
O secretário admitiu que o governo é parte fundamental no combate à dengue, mas que tem criado estratégias de mobilização para que a população também faça a parte dela para combater o mosquito. “Uma nota técnica da Organização Mundial de Saúde (OMS) neste mês mostrou que a dengue é a maior pandemia viral do mundo, presente em 120 países. Sem uma obsessão de toda a sociedade não temos como combater os focos que são encontrados, em 80% dos casos, nos domicílios, com a calha, o ralo. O governo tem que fazer sua parte de forma exemplar, mas a participação de todos é fundamental”, concluiu.

A força-tarefa social no Cemea Abadia será nesta sexta-feira, sábado (26) e domingo (27) com o Dengômetro e o Dengue Móvel. A população vai poder trocar potenciais criadouros do mosquito, como garrafa pet, pneu e latinhas, por um kit escolar no Dengue Móvel com caderno, lápis e borracha.

O Dengômetro tem o mapa da situação da doença em todo o Estado com informações da parte preventiva, das ações, dos sintomas que o paciente pode vir a ter e orientações. Na sexta-feira, a programação será a partir das 9h às 16h. No sábado das 9h às 15h e no domingo das 9h às 12h.

Fonte: G1

Última atualização: 27/01/2013

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais

Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem