08/04/2011

Secretaria de Saúde registra 27 mortes por dengue no RJ

O número de mortes causadas por dengue no estado do Rio de Janeiro chegou a 27 nesta quarta-feira (6), segundo balanço da Secretaria estadual de Saúde. A capital é o município que registrou maior número de vítimas fatais: 11.

Segundo a secretaria, os outros municípios que tiveram registro de mortes foram: Nova Iguaçu (3), Duque de Caxias (2), Magé (1), Cabo Frio (1), São Gonçalo (3), Maricá (1), Mesquita (1), São João do Meriti (3) e São José do Vale do Rio Preto (1).

Ainda segundo o estado, os municípios com as maiores taxas de incidência da doença são: Bom Jesus de Itabapoana (3.402,7 casos/ 100 mil habitantes), Cantagalo (2.163,8 casos/100 mil habitantes), Santo Antonio de Pádua (1.651,5 casos/100 mil habitantes), Cordeiro (965,5 casos/100 mil habitantes), Silva Jardim (931,6 casos/100 mil habitantes), Guapimirim (821,6 casos/100 mil habitantes), Mangaratiba (735,3 casos/100 mil habitantes), Cabo Frio (714,2 casos/100 mil habitantes), Seropédica (708,6 casos/100 mil habitantes), Iguaba Grande (665,0 casos/100 mil habitantes), Magé (640,8 casos/100 mil habitantes) e Quissamã (637,2 casos/100 mil habitantes). A Subsecretaria de Vigilância em Saúde ressalta que foi observada uma redução sustentada no número de notificações a partir da 9ª semana epidemiológica nos seguintes municípios: Bom Jesus de Itabapoana, Santo Antônio de Pádua, Seropédica, Magé, São José do Vale do Rio Preto, Quissamã, Maricá, Italva, Itaocara e Cambuci.

De 2 de janeiro a 2 de abril  foram notificados 35.274 casos suspeitos de dengue.

Na capital, nos três primeiros meses do ano, o número de casos já é maior do que o total dos anos de 2010 e 2009 somados. A prefeitura afirmou, através de nota, que há tendência de redução de notificações da doença e que, por isso, “não está mais configurada nenhuma região com característica de alertas para surto da doença”.

Dengue tipo 4
No dia 23 de março, a Secretaria Estadual de Saúde do Rio os dois primeiros casos de dengue tipo 4 no estado. Segundo o secretário Sérgio Côrtes, a confirmação foi dada pela Fiocruz.

As infectadas, conforme informações da secretaria, são as irmãs e estudantes universitárias Caroline, de 22 anos, e Bárbara, de 21, que estão em casa e passam bem. Uma delas precisou ser internada, com fortes dores abdominais.

Centro de hidratação
Para enfrentar a doença, a Prefeitura do Rio criou 13 novos centros de hidratação para combater o avanço da dengue na capital fluminense. Com mais de 10 mil casos registrados, a cidade tem nos locais, que funcionam dentro de postos de saúde, estrutura para aplicação de soro e realização de exames de plaquetas nos pacientes. Os postos funcionam todos os dias, das 8h às 20h, inclusive em feriados e fins de semana.

Última atualização: 08/04/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais

Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem