04/04/2011

Secretaria de Saúde identifica mais de 11 mil focos de dengue no Rio

A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio identificou 11.354 possíveis focos de dengue neste sábado (2). Cerca de 7 mil pessoas em mais de 300 grupos de caminhada, saíram das unidades municipais de saúde e percorreram cerca de 900 quilômetros vistoriando ruas, imóveis e estabelecimentos da cidade.

Dos focos encontrados, 4.267 foram eliminados na hora, representando cerca de 40% do total. O restante dos focos entrará na rotina diária dos agentes de vigilância em saúde. A maioria dos focos encontrados estava em propriedades privadas.

Epidemia
Dez municípios do Rio de Janeiro estão com epidemia de dengue. Na última quarta (30), a Secretaria estadual de Saúde anunciou que já foram registradas 23 mortes no estado. A Secretaria municipal de Saúde, entretanto, afirmou na quinta-feira (31) que mais uma pessoa havia morrido de dengue na capital, elevando assim para 24 o número de mores no estado.

De acordo com a secretaria, para avaliar um quadro de epidemia são levados em conta três fatores: número de casos notificados, série histórica de casos ocorridos e se a curva de incidência se sustenta ao longo do tempo.

Ainda segundo o estado, os municípios com as maiores taxas de incidência da doença são: Bom Jesus de Itabapoana (3.343,3 casos/ 100 mil habitantes), Santo Antonio de Pádua (1.422,3 casos/100 mil habitantes), Cantagalo (1.351,8 casos/100 mil habitantes), Mangaratiba (740,8 casos/100 mil habitantes), Cordeiro (686,2 casos/100 mil habitantes), Guapimirim (670,1 casos/100 mil habitantes), Seropédica (666,4 casos/100 mil habitantes), Magé (615,8 casos/100 mil habitantes), Silva Jardim (603,9) e Cabo Frio (602,5 casos/100 mil habitantes).

24 mortes
As mortes pela doença no estado aconteceram nas seguintes cidades: Nova Iguaçu (3), Duque de Caxias (2), Magé (1), Cabo Frio (1), São Gonçalo (3), Maricá (1), Mesquita (1), Rio de Janeiro (8), São João do Meriti (3) e São José do Vale do Rio Preto (1).

A Secretaria estadual de Saúde só confirma sete mortes no município do Rio, pois o balanço só é divulgado uma vez por semana, na quarta-feira.

De 2 de janeiro a 26 de março foram notificados 31.412 casos suspeitos de dengue no estado do Rio de Janeiro.

Na capital, nos três primeiros meses do ano, o número de casos já é maior do que o total dos anos de 2010 e 2009 somados. A prefeitura afirmou, por meio de nota, que há tendência de redução de notificações da doença e que, por isso, “não está mais configurada nenhuma região com característica de alertas para surto da doença”.
Dengue tipo 4
A Secretaria Estadual de Saúde do Rio confirmou na quarta-feira (23) os dois primeiros casos de dengue tipo 4 no estado. Segundo o secretário Sérgio Côrtes, a confirmação foi dada pela Fiocruz. São os primeiros casos de dengue tipo 4 confirmados fora do Norte ou Nordeste do país.

As infectadas, conforme informações da secretaria, são as irmãs e estudantes universitárias Caroline, de 22 anos, e Bárbara, de 21, que estão em casa e passam bem. Uma delas precisou ser internada, com fortes dores abdominais.

Última atualização: 04/04/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais

Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem