07/06/2011

RN pede 46 novos leitos para dengue

A Secretaria Estadual de Saúde ainda aguarda o sinal verde do Ministério da Saúde para abrir novos leitos que possam atender  pacientes críticos de dengue. Na última quarta-feira, 01, a Sesap encaminhou, segundo informou o secretário estadual de Saúde, Domício Arruda, o relatório com um raio-x sobre a dengue no estado. Nesse documento, a Sesap fez a solicitação de recursos para abertura de mais 46 leitos.

De acordo com o titular da pasta da Saúde serão abertos 14 leitos para pacientes críticos no Hospital Walfredo Gurgel; 20 leitos clínicos no hospital Dr. Ruy Pereira dos Santos; 10 leitos de pediatria no hospital Maria Alice Fernandes e dois leitos pediátricos de terapia intensiva, em Mossoró. Segundo Domício Arruda, os leitos serão abertos, assim que houver a liberação dos recursos solicitados.

Segundo ele,  no caso dos hospitais sediados em Natal, devido à situação de emergência, por causa da epidemia, a Secretaria Municipal de Saúde, poderá fazer contratos emergenciais com médicos e disponibilizá-los para atuar nos hospitais da rede pública estadual. Segundo Domício Arruda, os leitos já existem, mas ainda não foram ativados por falta de pessoal.

Ele voltou a frisar que o sorotipo 4, confirmado em dois casos na cidade de Santa Cruz, não devem ter repercussão nessa epidemia. Em Natal, o número de casos de dengue caiu 33% entre abril e maio, segundo o coordenador do Programa Municipal de Combate à Dengue, Alessandre de Medeiros. Mas isso, segundo ele, não significa dizer que a capital tenha saído da situação de alto risco. Na sexta-feira, a SMS  chegou a divulgar, por meio, da Assessoria de Imprensa que a capital havia saído de alto para médio risco de epidemia.

Ontem, Alessandre de Medeiros negou essa informação. “Natal continua com altíssimo risco, até porque temos o vetor circulando e alta infestação em muitos bairros”, disse ele. Até a próxima sexta-feira, deve sair o novo relatório de infestação predial e a expectativa, segundo ele, é de  aumento nos índices, pela quantidade de focos recolhidos nas últimas semanas.

Pelo último LIRA (Levantamento de Índice Rápido de Infestação), de março/2011, o índice de infestação é de 2%. “Estamos concentrando os esforços na conclusão desde ciclo, priorizando os bairros com maior incidência da doença”. Um deles é o Vale Dourado, onde está sendo feita uma varredura, casa a casa.

O bairro tem um registro alto de casos da doença e uma morte suspeita de dengue. Há cinco dias acamada, Maria Aurinete Oliveira de Melo, teve a casa vistoriada ontem. De acordo com o boletim nº 20 em Natal do total de casos, 269 são notificações de casos graves da doença com 121 confirmações para dengue hemorrágica.

Em relação aos óbitos a SMS recebeu cinco notificações, com um caso de morte por dengue confirmado em Natal. No Centro de Hidratação, na Cidade da Esperança, houve uma queda no número de atendimentos. Na semana de 22 a 28/05, o centro atendeu 312 pacientes com notificação de dengue. Na semana de 29/05 a 03/06, esse número caiu para 235.

Fonte: Tribuna do Norte

Última atualização: 07/06/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais

Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem