18/02/2014

RJ está em estado de alerta para transmissão do vírus da dengue

O estado do Rio de Janeiro está em estágio de alerta para transmissão do vírus da dengue. Os dados mais recentes do LIRAa (Levantamento do Índice Rápido para o Aedes aegypti) foram divulgados nesta segunda-feira (17) pela Secretaria de Estado de Saúde. A pesquisa foi realizada por 65 cidades, entre os dias 5 e 11 de janeiro. Apenas Macaé, na Região Norte Fluminense, apresenta um índice de infestação domiciliar considerado de alto risco, de 4% (40 imóveis com foco do mosquito a cada mil).

Ao todo, 40 municípios estão em estágio de alerta (com índices entre 1% e 3,9%). Entre os analisados, Iguaba Grande (3,4%), Paraty (3,3%) e Miracema (3,3%) detêm os maiores índices. A capital do Rio também está em alerta, com 1,2%. Ao todo, 24 cidades têm taxas satisfatórias, com infestação pelo Aedes aegypti abaixo de 1%. Barris, caixas d’água e outros depósitos de armazenamento estão entre os principais criadouros do mosquito nos imóveis pesquisados.

Com relação ao mesmo período do ano anterior, 2014 registrou uma diminuição dos municípios com índice de alto risco e alerta. Em janeiro de 2013, dois municípios estavam em alto risco e 46 em estágio de alerta.

Prontuário eletrônico
A Secretaria estadual de Saúde implementou um Prontuário eletrônico para auxiliar os profissionais de saúde do estado no atendimento a pessoas com dengue. Após inserir os dados do paciente no sistema, o programa avalia os sintomas e indica qual o melhor tratamento a ser seguido, e até aponta a necessidade de internação.

Fonte: Rádio CBN Foz

Última atualização: 18/02/2014

Leia também:

Combate à Dengue nas Redes Sociais

Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem