24/03/2011

Rio confirma duas pessoas contaminadas por dengue tipo 4

A Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil confirmou nesta quarta-feira a contaminação de duas pessoas pelo sorotipo 4 do vírus da dengue no Estado do Rio de Janeiro. Duas irmãs de 21 e 22 anos, moradoras de Niterói, foram infectadas pelo vírus e apresentaram os primeiros sintomas no início de março.

No entanto, ambas já se recuperaram e estão evoluindo bem, em sua residência. A identificação do vírus foi feita por meio de exames laboratoriais realizados pela Fiocruz e a confirmação só ocorreu nesta quarta-feira.

Como nenhuma das duas pacientes viajou recentemente, a investigação preliminar dos casos aponta para possível transmissão dentro do próprio estado do Rio.

Segundo a Secretaria, não há motivo para pânico, já que não há evidências de que o sorotipo 4 seja mais letal ou que apresente maior gravidade dos casos em relação aos demais subtipos. Em nota à imprensa, o órgão informa também que já foram tomadas as medidas regulares de bloqueio e de investigação epidemiológica.

Rio já registrou mais de 26 mil casos da doença

Até o dia 19 de março, foram registrados 26.258 casos de dengue no estado do Rio apenas este ano. Os números foram divulgados pelo boletim semanal da Secretaria Estadual de Saúde nesta quarta-feira.

O número é quase sete vezes maior que o número de casos de dengue registrados até o mesmo mês dos anos passado e retrasado. Em 2010, haviam sido registrados cerca de apenas 4 mil casos da doença na mesma época do ano, enquanto em 2009 o número era de 4.628 casos.

Segundo o boletim, já foram confirmados 18 óbitos no estado, sendo seis apenas na capital, três em São Gonçalo e seis na Baixada Fluminense. Bom Jesus do Itabapoana, no Norte Fluminense, é o município com maior taxa de incidência com 3.111 casos para cada 100 mil habitantes.

Ministério da Saúde forma força-tarefa contra a doença

O Ministério da Saúde também anunciou nesta quarta a formação d euma equipe para apoiar no enfrentamento à epidemia de dengue. A força tarefa pretende atuar de forma complementar no atendimento aos pacientes, além de organizar a rede local de serviços. Uma das funções do grupo é se reunir com gestores e profissionais de saúde nessas localidades para definir a estratégia de atuação.

O grupo será formado por 30 médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem dos seis hospitais federais no Rio e está a disposição para ser enviado em abril para os estados que enfrentam epidemia da doença.

Fone: O Diaonline

Última atualização: 24/03/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais

Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem