01/03/2011

PB já registra 1.422 casos de dengue este ano

A Secretaria de Saúde do Estado registrou até a sétima Semana Epidemiológica um total de 1.422 casos notificados de dengue, destes, 58 (4,0%) estão descartados. As formas graves da doença somaram 3 casos de Dengue com Complicações-DCC e 3 casos de Febre Hemorrágica da Dengue-FHD. “Não existe registro de óbito por dengue no estado, e 1.163 se encontram em processo de investigação”, explica a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Júlia Vaz.

Os dezesseis municípios com maior número de casos notificados são Patos com 185, João Pessoa, 177, Barra de Santa Rosa, 124, Monteiro, 85 Sousa, 50 Teixeira, 47, Piancó, 45, Poço de José de Moura, 39 Brejo dos Santos, 37, Santarém, 32, Cabedelo, 29 Montadas, 28, Cacimba de Areia, 25, São João do Rio do Peixe, 25 São José da Lagoa Tapada, 24 e Campina Grande, 21casos.

O Estado da Paraíba apresenta para este ano de 2011 um cenário composto de 60 municípios com risco muito alto para ocorrência de uma epidemia de dengue, 57 com risco alto, 51 com risco moderado e 55 com risco baixo, conforme dados disponibilizados pela Secretaria de Estado da Saúde. O  governador também responsabilizou, de certa forma a administração anterior – de José Maranhão – por não ter feito o dever de casa em relação a doença.

“Faltou fazer um plano de contigenciamento que deveria ter sido feito desde 2010. Isso acarretou todos os problemas”, ressaltou o governador explicando que isso fez com que houvesse uma espécie de desmembramento das ações do estado. “Essa é uma doença que atinge a economia, porque, em média, a pessao que tem o vírus passa 9 dias fora do trablaho. Degue é um problema de saúde, da economia e individual”, pontou.

Júlia Vaz explica que o coeficiente de incidência da dengue no estado é de 36,1 por cem mil habitantes, índice satisfatório, e de forma geral, considerado baixo. No entanto, superior ao esperado para o mês de fevereiro.

“Nossa preocupação se pauta no fato do município somar o maior número de casos no estado, e apresentar uma incidência que toma rumo ascendente, bem acima do considerado padrão da normalidade. Já enviamos esta semana uma equipe a Patos onde em parceria com a VI Gerência Regional de Saúde foi realizado reuniões junto a Secretaria municipal de Saúde, aos estabelecimentos de saúde, com os agentes de controle de endemias e agentes comunitários, com abordagem das linhas de assistência, vigilância epidemiológica, controle vetorial, laboratório e mobilização da população”.

A Secretaria de Estado da Saúde dará inicio a capacitação de profissionais baseado na classificação de risco na próxima quarta feira (02 de março). Neste dia o público alvo são médicos e enfermeiros dos 25 municípios que compõem a I GRS, exceto João Pessoa que já realizou sua qualificação. Cada município vai enviar 03 representantes para se tornarem multiplicadores no seu território.

No dia 10 de março a equipe da SES estará no município de Patos onde em parceria com a VI Gerência Regional de Saúde e o Conselho Regional de Medicina participando de uma discussão na Câmara municipal abordando o tema DENGUE com todos os médicos da cidade.

No dia 11 de março também no município de Patos o Governo do Estado estará realizando a qualificação em atendimento baseado na classificação de risco para todos os municípios que compõem a VI GRS, e profissionais de hospitais de referencia da região.

Já no dia 15 de março a Secretaria de Estado da Saúde vai aproveitar a ação comemorativa ao Dia Estadual de Combate ao Tabagismo para inserir o tema Dengue na pauta, criando a oportunidade de uma nova grande mobilização da população que será realizada no Ponto de Cem Reis, área de grande fluxo de pessoas.

Fonte: Paraiba.com

Última atualização: 01/03/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais

Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem