10/02/2011

Pará tem 3.269 casos notificados de dengue

De 1º de janeiro a 9 de fevereiro deste ano foram notificados 3.269 casos de dengue no Pará e identificado o segundo caso de dengue tipo 4 no Estado. É o que atesta o Informe Epidemiológico nº 2, divulgado nesta quarta-feira (09), pela da Coordenação de Vigilância à Saúde da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

O segundo caso de dengue tipo 4 foi identificado a partir de mostras encaminhadas ao Instituto Evandro Chagas (IEC) pela Vigilância Epidemiológica do município de Belém, onde foi notificado no dia 14 de janeiro. Após investigação preliminar, foi constatado que o paciente é do sexo masculino, tem 36 anos e reside na capital paraense.

Nessas cinco semanas, também ocorreram nove mortes suspeitas de dengue, sendo cinco em Belém (três em investigação, um caso confirmado e um descartado), um em Castanhal, dois em Tucuruí e outro em Marabá, todos sob investigação. Os municípios com maior número de casos notificados são: Belém (478), Novo Progresso (309), Altamira (227), Santarém (225) e Parauapebas (177).

Segundo a coordenadora estadual de Controle da Dengue, Carla Garcia, apesar do aumento de casos de dengue na última semana, o número de óbitos diminuiu. Isso significa que os serviços de saúde estão fazendo notificação e diagnóstico dos casos suspeitos em tempo oportuno, evitando, assim, o agravamento do quadro clínico e o risco de morte dos pacientes.

A notificação em tempo hábil também permite que a Vigilância Epidemiológica realize ações de controle vetorial nos bairros com base nas notificações de casos suspeitos e não de casos confirmados. Outra informação importante é a implantação da Unidade Sentinela no Hospital Abelardo Santos, com o objetivo de melhorar o monitoramento da circulação viral e possibilitando a identificação dos sorotipos circulantes. Trinta e seis amostras já foram encaminhadas para análise no Laboratório Central do Estado (Lacen).

Além das ações na área de Vigilância Epidemiológica, o Informe Epidemiológico apresenta as principais ações do Plano Estadual de Controle da Dengue realizadas nas áreas de Assistência, Controle Vetorial e Mobilização Social. No que se refere à Assistência, a Sespa informa que até o dia 9 de fevereiro, foram internados 138 pacientes suspeitos de dengue, dos quais nove continuam sob avaliação médica e os demais tiveram alta por cura.

Na área de Controle de Vetores, com base nos casos notificados, os municípios têm sido orientados a identificar os bairros e ruas com ocorrências para realizar as ações de combate aos focos de mosquitos Aedes aegypti. Finalmente, no que tange à Mobilização Social, técnicos da Sespa já visitaram os municípios de Ananindeua, Marituba, Benevides, Santa Bárbara, Santo Antônio do Tauá, Bujaru, Santa Izabel do Pará, Concórdia do Pará, Tomé-Açu, Vigia, Castanhal, Maracanã, São Francisco do Pará, Bragança, Capanema, Cachoeira do Piriá, Tracuateua, Salinópolis, São João de Pirabas e Ourém, para a orientar sobre as estratégias de mobilização dos serviços e da comunidade.

Fonte: Agência Pará

Última atualização: 10/02/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais