24/03/2011

Novo tipo de dengue aumenta risco de epidemia da doença na Bahia

A Bahia pode sofrer uma epidemia de dengue, segundo dados divulgados pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) nesta terça-feira (22). Os primeiros casos do tipo 4 da doença foram confirmados e a população inteira está vulnerável – mesmo quem já sofreu dos outros tipos de dengue pode voltar a ter a doença e, por isso, o risco de epidemia é maior.

Os dois casos do novo tipo de dengue foram detectados no dia 15 desse mês. As vítimas, dois homens de 27 e 30 anos de idade, já estão curadas e não precisaram de internação. Os dois residiam em Tancredo Neves e Cosme de Farias. Estes foram o primeiro caso no estado – no Brasil, casos foram registrado em Roraima, Piauí e Amazonas.

Segundo a Sesab, as ações de prevenção serão ampliadas em todo o estado com visitas domiciliares, faxinaçõs, aumento da campanha publicitária e demais ações contra a dengue. Desde que os casos foram confirmados no país, as visitas domiciliares já haviam sido intensificadas – 80% das residências de Salvador foram visitadas.

Em 2011, foram notificados 9.584 casos até o dia 12 de março – uma redução de 17,9% em relação ao mesmo período de 2010, quando foram registrados 11.679 casos. Já do caso da mais grave, a dengue hemorrágica, foram confirmados 28 casos, três deles com vítimas fatais – em Jequié, Madre de Deus e Porto Seguro.

Em todo o estado, considerando a vulnerabilidade para a dengue do tipo 1, 92 municípios da Bahia foram classificados como “risco muito alto” e 106 como “alto risco”, incluindo Salvador. Na capital, os bairros com maior risco são Liberdade, Cabula e Subúrbio.

Fonte: Correio 24 horas

Última atualização: 24/03/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais

Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem