15/07/2013

Homeopatia pode aliviar dengue

Medicamentos homeopáticos são produzidos no Hospital de Medicina Alternativa do Estado de Goiás (HMA) como forma profilática da dengue e diminuição dos sintomas que provocam a evolução do quadro clínico da doença. Para ter acesso ao tratamento, o paciente deve ser encaminhado pelo médico do posto público de saúde ou com prescrição particular. Duas formas do medicamento estão em uso em 22 cidades do Estado, o que tem dado resultados positivos para a população.

Não há, atualmente, vacinação aprovada pela Anvisa para profilaxia da dengue, sendo a conduta terapêutica recomendada pelo Ministério da Saúde integrada por acompanhamento ambulatorial, medidas de hidratação e uso meramente sintomático de medicamentos analgésicos, antieméticos e antipruriginosos, com eventuais riscos de efeitos adversos.

Durante o período do inverno, os casos da doença diminuem devido a falta das chuvas, o que caracteriza a estação na região Centro-Oeste, fato que não impede que as pessoas façam a prevenção tomando uma das duas formas disponíveis do medicamento, uma preventiva e outra de caráter contínuo durante a manisfestação dos sintomas.

A dengue é uma doença que se tornou epidemia pela proliferação desenfreada do veículo de transmissão, o mosquito Aedes aegypti. Resíduos sólidos depositados no ambiente de forma indevida se tornam criadouros do vetor, quando retém água parada. Os trabalhos de conscientização e os mutirões de limpeza estão se tornando mais frequentes na vida das pessoas dos centros urbanos.

Esta campanha é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, em parceria com as secretarias de Saúde municipais e com o apoio do Ministério da Saúde (Portaria nº 971, de 09/03/2006).

De acordo com o órgão público responsável pelo projeto, “Goiânia é o município com o maior número de casos notificados este ano (5.844), em segundo lugar está Aparecida de Goiânia (990), seguida de Porangatu (523), Itumbiara (305) e Barro Alto (164). O município com maior incidência da doença, ou seja, o maior número de casos para cada 100 mil habitantes, é Barro Alto, seguido de Cachoeira Dourada, Edealina, Porangatu e Baliza. Já são mais de 40 municípios em alto risco de epidemia em Goiás”.

Homeopatia

contra dengue

O médico homeopata Danilo Maciel Carneiro, diretor técnico do Hospital de Medicina Alternativa do Estado de Goiás, explica quais são os princípios ativos do medicamento: “como proposta inicial, exemplifica-se que o gênero epidêmico seja coberto pela associação – Eupatorium perfoliatum CH 30, Crotalus horridus CH 30 e Phosphorus CH 30. Durante o desenvolvimento do estudo, caso ocorra o aparecimento em larga escala de novos sintomas não cobertos pelos medicamentos acima, poderá vir a ser indicada uma nova medicação”.

Danilo ressalta as medidas de administração dos medicamentos. “A forma de administração do complexo homeopático será por via oral, com aplicação de 2 gotas do medicamento homeopático, em dose única, repetida a cada 3 meses, se necessário. Para as pessoas que desenvolveram sintomas da dengue é feito o tratamento com o complexo homeopático, que será administrado em 5 gts por via oral, 4 vezes ao dia, por 10 dias seguidos’.

Os medicamentos homeopáticos são altamente diluídos e não provocam intoxicação ou efeitos farmacológicos colaterais, não contêm material microbiológico (como vírus ou bactérias) e não desencadeiam reações autoimunes, além de estimular os mecanismos de defesa do corpo, sua ação pode despertar sintomas como febre, reações gastrointestinais menores, reações de pele ou desconfortos, tais reações são mínimas perto dos sintomas normais que a doença pode causar.

A homeopatia é um sistema terapêutico largamente empregado no Brasil, com grande aceitação popular e alto índice de segurança em várias doenças e agravos à saúde, associados ao baixo custo econômico dos seus medicamentos. Historicamente, a homeopatia tem oferecido importantes contribuições no combate a epidemias. Recentemente, no Brasil, alguns estudos observacionais prospectivos foram desenvolvidos por médicos especialistas em homeopatia para controle profilático e sintomático da dengue, com resultados positivos e bastante promissores.

Os principais trabalhos no Brasil sobre uso da homeopatia contra a dengue foram realizados em São José do Rio Preto-SP (Renan Marino e equipe), em Macaé-RJ (Laila Aparecida de Souza Nunes e equipe) e em Iporá-GO (Lucélia Borges de Abreu Ferreira e equipe).

Estes trabalhos foram realizados a partir da identificação, pelo médico homeopata na rede pública de saúde, de um ou mais medicamentos que apresentavam sintomas mais semelhantes aos descritos pelos pacientes suspeitos de dengue, os quais poderiam ser utilizados tanto no controle profilático como, em alguns casos, no controle dos sintomas clínicos.

Fonte: Diário da Manhã

Última atualização: 15/07/2013

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais


3 Comentários Publicados

  • Zélia Archilha — 26/03/2015 @ 10:50

    Onde encontrar o medicamento em gotas homeopáticas?


  • Zélia Archilha — 26/03/2015 @ 10:52

    Onde encontrar as gotas homeopáticas e qual o valor?


  • glacilene — 03/04/2015 @ 18:16

    Gostei muito da reportagem, precisa ser mais divulgada.



Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem