09/02/2011

Estados brasileiros estão em alerta contra a dengue

Todos os Estados no Brasil estão em alerta contra a dengue. O país tenta evitar aquela que seria a 7ª epidemia da doença nos últimos 30 anos. A falta de saneamento dificulta o combate ao mosquito transmissor e a situação em alguns Estados é mais preocupante.

O mosquito da dengue contamina pelo menos 114 pessoas por hora no Brasil, são quase duas a cada minuto. Só no ano passado, o Ministério da Saúde contabilizou um milhão de casos. Desde o primeiro caso registrado em 1845, o Brasil já passou por seis grandes epidemias (1982, 1986, 1998, 2002, 2008, 2010).

Mais de 34 milhões de brasileiros não têm acesso à rede de esgoto. A relação entre saneamento básico e dengue é muito próxima. Em Alagoas, que registrou um dos índices de contaminação mais altos do país em 2010 (1/77 hab) menos de 10% (9,6%) dos domicílios tem esgoto tratado. No Mato Grosso são apenas 5% (5,4%) das casas com esgoto e um índice de contaminação ainda maior (1caso/86 pessoas).

A larva do mosquito da dengue se reproduz rapidamente principalmente em locais como a Vila Planalto, que fica a 500 metros da praça dos três poderes, em Brasília. O esgoto a céu aberto e a falta de uma coleta de lixo eficiente proporciona condições ideais para o mosquito Aedes aegypti se proliferar.

Até o fim de janeiro, 26 mil casos haviam sido notificados no Brasil. O número é 74% menor que o registrado em janeiro de 2010 (98.373), o que não impediu que o Ministério da Saúde colocasse todos os Estados em alerta. No total, 16 tem risco de epidemia considerado muito alto: Amazonas, Acre, Pará, Mato Grosso, Tocantins, todos os Estados do Nordeste, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Na capital fluminense, o número de casos já é quatro vezes maior que no ano passado. Bem longe da última epidemia, que atingiu 12 mil pessoas em janeiro de 2008, mas um motivo para preocupação.

O Ministério da Saúde prometeu investir R$ 40 milhões em prevenção. Estados e municípios estão obrigados a comunicar novos casos ao Ministério da Saúde em menos de 24 horas. O governo diz que está preparado para enfrentar a doença.

Fontev: Band

Última atualização: 09/02/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais