02/06/2011

Dengue mata 88 e infecta 118 mil no Rio em 2011

Apesar dos dias mais frios de outono, o que reduz o ciclo do mosquito Aedes aegypti, o número de casos de dengue continua aumentando no Rio de Janeiro. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, são 117.922 pessoas doentes desde o início do ano em todo o Estado. O número de mortos chega a 88.

Os municípios com epidemia no momento, de acordo com o boletim divulgado nesta quarta-feira pela secretaria, são: Santo Antonio de Pádua, Cantagalo, Mangaratiba, Cordeiro, Seropédica, Magé, Silva Jardim, Cabo Frio, Macuco, Iguaba Grande, Quissamã, Rio das Ostras, Angra dos Reis, Mendes, Volta Redonda e Cambuci.

A dengue
A doença é transmitida pela picada do mosquito hospedeiro infectado, o Aedes aegypti. O vírus passa por um período de incubação de quatro a 10 dias. Os primeiros sinais são febre alta, dor nas articulações e músculos, fraqueza, falta de apetite, manchas avermelhadas pelo corpo, fortes dores de cabeça e dor no fundo dos olhos.

A chamada dengue clássica cura-se naturalmente, quando o organismo livra-se do vírus através de anticorpos. A forma hemorrágica, no entanto, requer mais cuidados. Quando o paciente apresenta o quadro hemorrágico existe sangramento da gengiva, das narinas e de órgãos internos, o que ocasiona dores abdominais.

Não existe um tratamento específico para a dengue, mas apenas para os sintomas. Ou seja, antitérmicos auxiliam a controlar a febre e os analgésicos amenizam as dores musculares e de cabeça, por exemplo. Quando há suspeita da doença, todos os medicamentos que sejam feitos à base de ácido acetil salicílico têm de ser evitados.

Fonte: Terra

Última atualização: 02/06/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais


1 Comentário Publicado

  • Thaina Biasi Lopes — 08/06/2011 @ 11:50

    Olha nunca vi site como esse, muito bom



Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem