21/11/2011

Dengue: Inimigo mais perto do que se imagina

A proximidade do verão traz de volta uma ameaça já conhecida: a dengue. É possível mudar o cenário de epidemia que se espera para 2012 — depende de você. Cerca de 80% dos focos do mosquito Aedes aegypti, que transmite a doença, estão dentro das casas, e não nas ruas ou terrenos baldios, segundo a Secretaria de Estado de Saúde. Ações simples, que podem ser feitas em apenas 10 minutos por semana, são fundamentais para eliminar o inseto. Mãos à obra!

Tire dúvidas sobre o vírus

Já tive dengue. Posso ter de novo?
Sim. Existem 4 tipos de vírus da dengue. Se uma pessoa é infectada pelo vírus 1, por exemplo, produz anticorpos que vão dar imunidade só contra ele. Então, a pessoa pode pegar os outros três tipos (2, 3 e 4).

Os tipos 1 e 4, que devem afetar mais gente neste verão, são mais graves?
Não. A gravidade depende das características do paciente, inclusive de seu estado geral (imunidade). A circulação dos tipos 1 e 4 aumenta o risco de epidemia pois poucas pessoas são imunes a esses vírus. O tipo 1 circulou no Rio na década de 1980 e em 2011, então quem não pegou dengue naquela época ou neste ano, em tese, tem mais chances de pegar. E o tipo 4 nunca circulou, então ninguém tem proteção contra ele.

Por que as pessoas com suspeita de dengue devem tomar soro e água?
A hidratação evita o agravamento da dengue. O ideal é que a pessoa com suspeita da doença comece a beber líquido logo que começar a sentir os primeiros sintomas.

Que tipos de medicamentos são indicados?
Alguns medicamentos podem acarretar complicações da doença. Por isso, só devem ser indicados sob prescrição médica. Automedicação é proibida.

Quando a pessoa está com suspeita de dengue e fica sem febre é um sinal de que está fora de risco?
Não. Quando a febre acaba, o risco de agravamento é maior. Mesmo sem febre, quem tem dor na barriga ou vômito deve buscar um médico urgente.

Posso ter dengue sem ter febre e estar com a doença sem saber?
Sim. Nem todas as pessoas picadas por um Aedes aegypti têm os sintomas da dengue.

Tive dengue uma vez. Se eu tiver a segunda, eu tenho mais risco de ter a forma grave?
Sim. Também há casos graves já na primeira vez. E nem sempre a dengue grave causa hemorragia aparente.

Tomar vitamina C e usar vela de citronela ajudam a prevenir a dengue?
Não. A melhor forma de evitar a picada é acabar com focos.

O mosquito também se desenvolve em piscinas?
Só em piscinas abandonadas. Se a água for tratada, com pH adequado e clorada de forma regular, não há qualquer risco de desenvolvimento de larvas. É recomendável limpar as bordas das piscinas periodicamente, pois podem servir como depósito para ovos.

Fonte: O Dia Online

Última atualização: 21/11/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais


1 Comentário Publicado

  • luana — 23/11/2011 @ 10:31

    qual e´ a causa da dengue



Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem