14/02/2011

Dengue: casos suspeitos aumentam mais de 350% no RN

Esse ano, o número de suspeitas de dengue aumentou mais de 350% em relação ao mesmo período do ano passado. A informação consta no Sistema de Informação de Agravos Notificados (Sinan) da Secretária de Estado da Saúde Pública (Sesap) e foi divulgada ontem. Em 2010, foram notificados 181 casos de dengue no Rio Grande do Norte. Até o último dia cinco, esse número saltou para 835. Apesar de alarmante, o número não corresponde à realidade do estado. Até agora, apenas 71, dos 167 municípios potiguares, enviaram os dados para a Sesap. Os dados são referentes a quinta semana epidemiológica.

Das 835 notificações no estado, cinco são de casos confirmados. Há ainda, a notificação de um óbito com suspeita de dengue, mas sem confirmação. Os municípios que estão classificados com incidência alta da doença são: Pau dos Ferros (84), Equador (41), Doutor Severiano (41), Luís Gomes (39), Rafael Fernandes (28) e Paraná (12).

No boletim da quarta semana epidemiológica, Natal aparecia entre as cidades com incidência alta em dengue com 35 casos suspeitos notificados. Dessa vez, a capital não apareceu no relatório porque a secretaria municipal de Saúde (SMS) não enviou os dados em tempo hábil. Assim como Natal, mais 70 municípios deixaram de enviar seus levantamentos. A falta de informação preocupa a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Juliana Araújo. “É muito importante sabermos como está a situação de cada município. Só assim podemos planejar ações de combate a uma possível epidemia”, relata.

De acordo com a coordenadora do programa de dengue no RN, Kristiane Fialho, as secretarias municipais de saúde precisam enviar os dados até toda terça-feira. “Precisamos saber desse números toda terça-feira. Infelizmente os municípios não estão nos enviando essa informação”. Para tanto, a Sesap disponibiliza três meios: e-mail, telefone ou fax. “Mesmo com todas essas opções, as secretarias deixam de nos apresentar os números”, lamenta Juliana Araújo.

Fonte: Tribuna do Norte

Última atualização: 14/02/2011

Textos relacionados:

Combate à Dengue nas Redes Sociais